Paraty e o #Futuro

Já está acontecendo a 7ª edição do festival de fotografia Paraty em Foco e eu já estou em Paraty! Na verdade o festival começou ontem, 21/09, e vai até domingo, 25/09.

Para quem não conhece vale destacar que o Paraty em Foco (PEF) é um festival que celebra a fotografia como arte, mesmo áreas da fotografia como a documental e o fotojornalismo são vistas no festival pelo seu lado artístico. Recentemente o PEF foi considerado pela revista TIME como sendo um dos 10 festivais de fotografia mais importantes do mundo e, se olharmos atentamente a grade de programação de cursos, palestras, entrevistas, mesas redondas, exposições, projeções e demais eventos, fica claro que essa classificação é mais do que justa.

Neste ano o tema do festival é #FUTURO, grafado dessa forma mesmo para indicar o viés da evolução que se percebe na produção fotográfica. E, falando em hashtags, vale conferir também #RevelarParaty (imagens) e #ParatyEmFoco. Todos os eventos do festival serão, de alguma forma, relacionados com o tema, seja diretamente discutindo o futuro ou indiretamente induzindo reflexões sobre o que está por vir.

Fotos: Daniela Bado

Quem estiver próximo (Rio ou São Paulo) DEVE fazer uma força e tentar dar um pulo, nem que seja apenas no fim de semana. Obviamente a maioria dos workshops já está com as inscrições esgotadas, mas os outros eventos são abertos ou com ingresso vendido no dia ou na véspera (caso das palestras e entrevistas), sendo que todos estes podem ser assistidos gratuitamente em 3 telões espalhados pelos espaços do festival. Como o PEF, apesar de grande e importante, ainda não tem o tamanho físico da FLIP (megaevento de literatura que acontece em Paraty), e como a cidade é totalmente turística, ainda é possível encontrar vagas nos seus muitos hotéis e pousadas.

Neste ano eu fui convidado a presidir uma mesa redonda com o tema “Memória do Futuro”, visando debater os problemas ligados à preservação de acervos e as novas formas de acesso às imagens nessa realidade digital. Os demais componentes da mesa serão:

Millard Schisler, professor do Rochester Institute of Technology e coordenador de preservação da Cinemateca de Brasileira (substituindo Patricia de Filippi)
Sergio Burgi, diretor da área de fotografia do Instituto Moreira Salles.
David Riecks, fundador do ControlledVocabulary.com.
Clicio Barroso, Fotógrafo, especialista em softwares e técnicas de digitais e também impressor de arte.
Carlos Carvalho, Fotojornalista e diretor do FestFotoPOA.

A idéia é abordarmos a questão da preservação dos acervos físicos e digitais e também os novos problemas ligados ao imenso volume de imagens produzidas hoje. Queremos ver a questão pelo lado do indivíduo (“como eu guardo as minhas fotos?”) e também pelo lado coletivo/social (“o que é feito da produção fotográfica mundial e como esse acervo gigantesco subsistirá?”).

A mesa redonda acontecerá no domingo, às 10:30hs e, alem de convidar a todos, estou abrindo uma canal para que enviem perguntas para os participantes. Escolherei algumas e prometo fazer um novo texto com as respostas e com o desenrolar da mesa.

Enviem para contato@geraldogarcia.com com o assunto: MEMÓRIA DO FUTURO.

Tentarei postar mais novidades durante o festival.

3 comments to Paraty e o #Futuro

Deixe uma resposta para andrea Cancelar resposta

You can use these HTML tags

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>